Vogue

A marca VOGUE

É provavelmente a revista mais famosa do mundo, a mais vendida, a mais influente. Ela é conhecida como a bíblia da moda.
A revista VOGUE, cujo nome, em francês, deriva do adjetivo “en vogue”, ou seja, “popular”, representa os ideais do luxo, sendo a referência e o espelho do mundo da moda.
Suas capas são disputadas por modelos como se fosse o maior contrato de suas vidas.
A mais aclamada revista de moda da história, a VOGUE, foi lançada oficialmente no dia 17 de dezembro de 1892 na cidade de Nova York, idealizada por Arthur Baldwin Turnure.
A história da VOGUE começou a tomar novos rumos em 1909 quando foi adquirida pelo jovem advogado e editor Condé Montrose Nast, que de um modo visionário,
tornou a revista o ponto de partida de um império editorial internacional.
Na década de 1960, já sob o comando da editora-chefe Diana Vreeland, a revista começou a ter um apelo mais jovem, focada na revolução sexual da época, abordando mais moda contemporânea, além de editoriais que discutiam a sexualidade.
A revista VOGUE começaria a ganhar status de “Bíblia da Moda”, a partir de 1988, quando Anna Wintour assumiu o cargo de editora-chefe, e transformou radicalmente a revista.
E todo esse poder pode ser comprovado em setembro de 2007, quando a edição circulou com 824 páginas, três quartos delas de publicidade, tornando-se a revista mensal com o maior volume de páginas e anúncios da história editorial americana.
Hoje em dia aparecer na VOGUE é estar na moda. A moda não gira apenas em torno do vestuário, é um estilo de vida: como vivemos, viajamos, comemos e decoramos nossas casas.
E por todos estes motivos a VOGUE é uma referência mundial: é visionária, inspiradora e cosmopolita. Um grupo seleto que é sinônimo de elegância e sofisticação.